Pinturas

Descrição do auto-retrato de Anthony Van Dyck


Uma das melhores pinturas de Hermitage, o auto-retrato de Van Dyck nos mostra o artista na persona criativa e desinibida de uma pessoa que dá uma impressão viva da arte incorporada, um pouco rebelde, fora da sequência de imagens cotidianas, e é por isso que é especialmente atraente.

A aparência aristocrática é enfatizada pelo jogo magistral da luz, que torna a palidez da pele uma dignidade inerente à personificação de uma natureza esbelta, sensível e, portanto, sensual, emocionalmente elevada e, portanto, profunda.

Cabelos encaracolados, brilho nos olhos, um sorriso encantado e desapegado, uma postura receptiva que é aberta ao mundo e, portanto, escuta e fala - deve parecer um homem musa que traz sua visão única para o mundo. A escassez da paleta de cores usada para a imagem é compensada pela diferença hábil entre a clareza da iluminação e o embaçamento das linhas da pele, o que cria um crepúsculo de paisagem realista.

Uma tentativa de um pintor de retratar genuinamente os traços característicos de outras pessoas e exibir uma entidade mais profunda que a aparência para retratar sua própria individualidade em sua percepção merece atenção especial, como um espelho tentando refletir a si mesmo e mostrar profundidade, modestamente não se transformando em infinito apenas pela observação formal da decência .

Um retrato cerimonial é o principal gênero e característica de Van Dyck, e o Auto-Retrato leva ao essencial a essência de seu talento, permitindo que um conhecedor veja todas as sutilezas da habilidade do artista em uma tela.

Uma cor especial próxima à escola veneziana, que fez do artista um dos mais destacados pintores de retratos do século XVII, é representada nesta imagem em sua essência mais pura. E foi esse sabor, que contribuiu significativamente para o desenvolvimento da pintura inglesa, que se tornou o padrão incorporado nas tradições da escola de retratos inglesa fundada por Van Dyck.





Composição Kustodiev Retrato de Chaliapin


Assista o vídeo: The Stay At Home Museum Episode 3: Rubens (Outubro 2021).